Viseu é das mais belas cidades deste imenso Portugal, tenho o privilégio de ser do distrito. Cidade que se vem desenvolvendo já há alguns anos.

Terra de Viriato, Grão Vasco, D. Duarte, Tomás Ribeiro, Infante D. Henrique entre outros.

Gosto de ti, Viseu!

 

No mapa de Portugal, Viseu corresponde ao coração, no Ser humano. Pensem nisso.

 

Cidade querida,

cidade do interior,

muito estás desenvolvida,

tu és um primor.

 

Cidade da beira,

terra de Viriato,

tu és do país uma bandeira,

tu és um lindo retrato.

 

Em ti também estudei,

em ti muito aprendi,

um dia a ti voltarei,

para ver o que de ti perdi.

 

D. Duarte aí nasceu,

foi de Portugal rei,

tu és importante Viseu

e sobre ti escreverei.

 

D. Henrique, o infante,

foi duque de Viseu,

ele foi importante,

neste país, que nunca o esqueceu.

 

A tua Sé imponente!

assim como o museu (de Grão Vasco),

com visitas de muita gente,

dois ex-libris de Viseu.

 

Tomás Ribeiro, outro teu filho amado,

foi poeta e escritor,

foi até multifacetado,

outro teu grande senhor.

 

As vias de comunicação,

por ti têm que passar,

tu és de Portugal o coração,

tu és para nós um doce lar.

 

O "Fontelo" é teu pulmão,

com todo o seu arvoredo,

que maravilha de respiração,

onde se pode inspirar, sem medo.

 

Da beira és senhora,

do centro és princesa,

também és doutora,

como tu, não há outra com certeza.

 

Sem esquecer D. Afonso Henriques, o Conquistador...

 

 

Publicado em
30/9/2021
na categoria
POESIAS - Pensar e Ser
Clique para ver mais do autor(a)
João Oliveira

Mais do autor(a)

João Oliveira

Ver tudo