Eu não sei dizer qual é o caminho da felicidade... 

O que sei é que ele é  feito de atalhos, de idas e vindas, de recomeços.

Sei que é um direito de todos, que cada um tem o seu.

Sei do meu...

Este que tenho desbravado sem mapa, que me leva a um oásis aqui, outro ali...

Que muitas vezes, sem dó, já me obrigou a refazer a rota do zero e sem bagagem.

Que talvez nem seja destino, seja apenas paragem, um abrigo ao longo da estrada... 

O que sei é que busco meu norte orientada por um coração que às vezes também se perde em algum temporal e, encharcado, com frio, recorre ao sol da minha intuição... 

Juntos, são eles que me guiam... sabem tudo de mim, sabem o que me deixa feliz,  o que me faz bem.

 

Sobre a felicidade?

Pensar na possibilidade de que talvez ela seja este instante, esse encontro. Me deixa feliz...

 

Será este o caminho?
Quem sabe?

Publicado em
30/9/2021
na categoria
Espiritualidade
Clique para ver mais do autor(a)
Rita Maidana

Mais do autor(a)

Rita Maidana

Ver tudo